"Demorei-me a contemplá-las, sob aquele céu clemente, a ver as borboletas esvoaçando por entre urze e as compânulas, a ouvir a brisa suave soprando através da relva e a pensar como poderia alguém imaginar, sequer, sonos agitados sobre aquela terra."
Emily Brontë

12 de março de 2013

. 


 Sofre, eu bem vejo, a perda de alguém. A falta de brilho e a palidez do seu rosto deixam a descoberto aquilo que os lábios não contam. Encontrou o seu refugio na pintura, e senta-se aqui, onde as suas súplicas são socorridas.
Estamos ao lado do museu, há um castelo junto às muralhas que protegiam a vila. O terreno desprotegido é vasto como o céu, e as suas curvas tão bem desenhadas como as ondas. Naquele pano escuro o sol deita-se. A luz escapa pelo meio das vidraças do céu. O espelho lacrimeja num vapor alaranjado.
 Foco o meu olhar na tela e o meu coração aquece. O seu sobrolho está carregado, mas na verdade ele está pasmado tal como eu. Sei que sempre que passam, as gaivotas que voam lhe puxam lágrimas dos olhos. A sua boca pode estar séria, mas consigo ver os seus olhos a rasgarem-se num sorriso. Vejo-os a derreterem-se agora de emoção. Esquece a tristeza que o assombra e concentra-se no toque da minha mão amiga a roçar no seu ombro. O senhor descasca uma tangerina e alguns pingos de sumo molham a sua mão. Ela reluz ao sol. Estende-me metade e eu aceito, sorrindo. Reparo que retrata um bocadinho do pôr-do-sol de cada dia, naquele sítio, porque a pintura não está acabada.
 Não há angustias que se igualem à ausência do cheiro da areia e da luz do sol poente. Trauteio uma canção que o faz ressaltar, e pela primeira vez vejo-o rir. As tintas depressa secam com a aragem quente. Levanta a areia da longa manta macia, que se estende até ao horizonte e salga o ar.






24 comentários:

  1. Acho muito bem que tenhas posto, se não...
    Está liindo, adorei cada palavra escrita aqueceu o meu coração pequenino.
    Muitos parabéns Ritinha! :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. e que voem muitas mais gavotas pelo teu coração para que escrevas e dances desta forma tão única com as palavras. adorei. obrigada pelas tuas palavras, fizeram-me feliz e aqueceram-me a alma.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada! Adorei mesmo este texto, aliás, como adoro todos os que escreves, pois é como se mergulhasse noutra realidade que me permite ver as situações com que me deparo de uma perspectiva totalmente diferente.
    Desculpa ter demorado tanto tempo a responder, mas o meu computador tem andado... estranho.
    bjs, adoro-te.

    ResponderEliminar
  4. É bom saber que te assustei e que ficaste aliviada quando viste que era uma mentirinha :b

    ResponderEliminar
  5. Adorei o teu blog! Os teus textos sao lindos e essa musica é realmente maravilhosa *_*
    sigoo

    ResponderEliminar
  6. Obrigada *.* o teu blog é tão calmo e tão bom! :D

    ResponderEliminar
  7. Oh muito obrigado pelo comentário e pela tua crítica positiva ^^ Adorei ler o teu texto, gostei mesmo muito :D

    ResponderEliminar
  8. O teu texto está lindoooooooooo :) Adorei, adorei, adorei. Obrigada pelo comentário ao meu :)

    ResponderEliminar
  9. Muito obrigada :D O teu post é maravilhoso!

    ResponderEliminar
  10. Obrigada eu!
    Que texto mais maravilhoso *_*

    ResponderEliminar
  11. r: oh! oh! assim que puder venho ler-te, sabes bem o quanto adoro fazê-lo. espera por mim.

    ResponderEliminar
  12. és maravilhosa. oh, as descrições estão magníficas. tens talento.

    ResponderEliminar
  13. Oh, obrigada.
    Eu também adorei este texto, como adoro sempre, acalmam sempre a alma...
    Adoro-te, beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Que lindo , adorei , está perfeito. o:
    Sim vou embora, muito obrigada pela força. $:

    ResponderEliminar
  15. Obrigada querida, gostei bastante do teu tambem.
    Vou seguir (:

    ResponderEliminar
  16. "porque a pintura não está acabada." parece que há sempre algo inacabado não é? por muito que pintemos, o quadro nunca parece estar completo. e isso é, para mim, das coisas mais bonitas que a vida tem para dar. a sensação da eternidade, que todos procuram e muito poucos encontram! gostei muito do teu comentário, e fico muito contente que me sigas! muito obrigada, beijinho

    ResponderEliminar
  17. ohhh obrigada *-*
    gostei do teu, segui de volta *

    ResponderEliminar
  18. http://vidaadolescentelifeteen2015.blogspot.com.br/


    ameeeeei te blog segue o meu?

    ResponderEliminar
  19. Obrigada querida :)) Adorei o teu blog, escreves mesmo bem :D sigo-te de volta *

    ResponderEliminar
  20. Adorei o teu blog!
    Já estou a seguir c:
    Beijinhos Ludmilla
    http://all-of-my-lifee.blogspot.pt/

    ResponderEliminar