"Demorei-me a contemplá-las, sob aquele céu clemente, a ver as borboletas esvoaçando por entre urze e as compânulas, a ouvir a brisa suave soprando através da relva e a pensar como poderia alguém imaginar, sequer, sonos agitados sobre aquela terra."
Emily Brontë

26 de outubro de 2012

. 
Pelo canto do olho as flores verdejantes baloiçam ao vento, os seus olhos descansam. O céu parece desfocado, e as nuvens desaparecem, formando uma paisagem simples.
Os ouvidos ensurdecem, esquecem a linguagem labial. Os ruídos e os maus olhares desvanecem-se. A boca curva-se perante a distância das palavras maldosas e o orgulho rema um barco que as leva para longe. Até a corrente estende uma mão oferecendo ajuda.
Os sentidos perdem-se e flutuam em plena liberdade.
As inseguranças tornam-se penas duma almofada. Esta é rasgada e elas voam.
Agora são impossíveis de apanhar.

11 comentários:

  1. Obrigada, acho que conseguiste perceber tudo aquilo que tentei dizer. É mesmo isso e obrigada pela força.
    Isto que aqui escreveste está lindíssimo, gostei mesmo da suavidade com que escreves.

    ResponderEliminar
  2. Está mesmo bonito e combina com a musica de fundo. Já recomeçei a compôr e a escrever. Obrigada pelo comentário no meu blog.
    Bjs, Joana

    ResponderEliminar
  3. Obrigada!! O teu também está muito, muito bonito. Há muito tempo que não escrevíamos!
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. E é por isso que adoro visitar o teu cantinho!
    Obrigada querida, que bonito que é ouvir essas palavras. Fico tão, mas tão feliz! Muito obrigada.

    ResponderEliminar
  5. Oh obrigada, que querida :)
    ihi
    bjs, adoro-te muitoo

    ResponderEliminar
  6. muito obrigada a sério!
    Eu adorei este teu pequeno texto , adoro a descrição que usas. (:

    ResponderEliminar
  7. há imenso tempo que não vejo um blogue assim, com conteúdo inteligente. parabéns.
    vou seguir*

    ResponderEliminar
  8. Oh, espero que consigas seguir numa próxima tentativa. Já me aconteceu isso e passado um tempo ou no dia seguinte já dava.

    ResponderEliminar